dança

Meu primeiro ano na dança



Esse é meu primeiro post oficial e decidi começar dizendo sobre meus anos na dança e como surgi nesse universo. Meu primeiro ano foi em 2015, mas tudo isso começou em 2014 quando eu decidi que queria fazer aulas de ballet, não me lembro ao certo como foi, mas tenho a impressão que a vontade veio quando eu estava vendo minhas amigas do Colégio em um grupo de dança do professor de Educação Física.
Desde então, eu comecei a procurar escolas e ligar para algumas, até que uma amiga da terceira série me recomendou a ONG Crianças do Bem e foi ai que a magia começou. Como estava com vergonha, convidei minha melhor amiga, Jennifer, que fazia ballet quando era criança pra ir comigo conhecer a ONG. Chegando lá, assistimos a aula de ballet da Dry e eu lembro de achar estranho que os passos eram em uma lingua diferente e até aquele momento nunca havia reparado que os passos de ballet eram em francês!!! Fiquei muito animada e decidi que começaria o ballet na aula seguinte.
Minhas primeiras aulas de ballet foram um desastre, até hoje eu e a Dry rimos ao lembrar que fui convicta colocar minha perna na barra para me alongar e não tinha a menor noção de que ela não subia!!! Meu corpo foi com tudo pra frente e simplesmente bati a cabeça na barra.
Não contente apenas com o ballet, descobri que alguma coisa acontecia em uma sala enquanto eu ficava esperando o ballet começar. Inxirida, fui perguntar o que era e descobri que as meninas faziam uma aula de jazz e claro, super curiosa que sou, resolvi fazer uma experimental. Após isso, entrei pro jazz.
Aconteceu o espetáculo do meio do ano onde apresentei uma coreografia de ballet e nunca me esqueço das milhares de broncas que a Dry me dava falando ”estica o pé” em todos meus saltos (eu não fazia ideia de como esticar o pé estando no ar!!! Ou eu saltava, ou esticava o pé), dancei também o jazz, lembro que quando entrei nas aulas a coreografia já estava sendo montada e fiquei meio perdidinha, mas deu tudo certo, até hoje lembro da voz da minha professora Sabrina contando a música ”Happy”, inclusive foi assim que eu aprendi que bailarina com até 8.
Depois desse espetáculo, meu pai assistiu as meninas dançando sapateado e me perguntou porquê eu não estava fazendo e eu disse que achava que não ia conseguir por elas serem bem avançadas, mas ele me convenceu a ir e fazer uma experimental e foi assim que me apaixonei pelo sapateado.
Fiz uma experimental em uma turma onde elas eram realmente mega avançadas e já estavam com uma coreografia sendo montada para dançarem em um festival e mesmo assim decidi ficar na turma e tentar aprender aquela coisa difícil. A música era ”Uptown Funk” e ensaiei tanto aqueles passos que até hoje me lembro de alguns.
Para conseguir entender melhor o sapateado e aquela coreografia complicada, comecei a fazer reforço nos outros dias em uma turma menos avançada (mas que tinha uma menina de 9 anos que fazia coisas que eu quase sentava e chorava de tão boa hahahha). E foi com o sapateado que fui para o meu primeiro festival!!

Era outubro, dia do festival e senti tantas coisas que só de lembrar fico com borboleta no estômago. Era um palco enorme, o teatro estava cheio de escolas e lembro de ver bailarinas usando a escada como barra para se aquecerem, fiquei impressionada como elas eram alongadas e bonitas. Minha escola demorou pra se apresentar e enquanto isso eu ficava na coxia vendo algumas apresentações.
Estava chegando na nossa vez, comecei a surtar e ficar muito ansiosa, até que então eu chorei de nervoso (já ganhei um troféu de miss chorona em um evento, então se preparem para lerem muitas histórias que terminam em choro). Minha professora e amigas me acalmaram, mas eu lembro que eu não estava chorando só de nervoso e sim de felicidade. Eu estava sentindo muito orgulho de estar em um lugar com escolas e bailarinos, que pra mim estavam arrasando e ainda mais de estar indo com aquela coreografia mega difícil que ralei pra aprender. Enfim, foram muitas emoções ate que eu entrei no palco e sai de la me sentindo incrivelmente feliz! Lembro de pensar ”caraca, eu quero de novo!”.
Em dezembro, apresentamos o espetáculo de final de ano e me senti demais por estar dançando ballet, jazz e sapateado. Era em um teatro maior que o do espetáculo do meio do ano e tinha várias pessoas assistindo, mas dessa vez senti um pouco menos de nervoso do que no festival.
E assim, se encerrou meu primeiro ano na dança, com mais uma apresentação finalizada e com muita animação pro ano seguinte.



You may also like...

10 Comments

  1. Adorei o post! Seja bem vinda ao mundo de Bloggers! Haha
    @anasallesblog
    http://www.anasallesblog.blogspot.com

  2. Éloni Prioste says:

    Linda! Muito orgulho de vc minha pequena irmã!! Muito dedicada, disciplinada e mais do que tudo, talentosa! Provou que pode ir atrás dos seus sonhos q eles vão se realizando um a um! Tenho certeza de que você vai voar nesse mundão através da dança! Parabéns! Sou sua fã número 1!!

    1. ♥️ obrigada, Ni!!

  3. Você é linda e talentosa! ❤

  4. Linda, parabéns!

    1. Obrigada!! ♥️

  5. Isabella Santoro says:

    Cá você é maravilhosa!!! Vai muito longe, torço por você ♥

    1. Obrigada, Isa!! <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *